Última hora

Última hora

O fim do festival "Loveparade" após tragédia em Duisburg

Em leitura:

O fim do festival "Loveparade" após tragédia em Duisburg

Tamanho do texto Aa Aa

Os organizadores do festival “Loveparade” anunciaram hoje o fim definitivo do evento depois dos incidentes de ontem em Duisburg.

A polícia está a investigar as causas do movimento de pânico que provocou 19 mortos e mais de 342 feridos, 45 encontram-se em estado grave.

Até ao momento, apenas 16 vítimas mortais foram identificadas, a maioria são cidadãos estrangeiros.

O incidente ocorreu no momento em que quase um milhão e meio de pessoas ficaram bloqueadas à entrada do túnel de acesso ao local da festa.

Na confusão, centenas de pessoas foram espezinhadas pela multidão quando tentavam escapar através das escadarias laterais.

Numa conferência de imprensa, esta manhã, os organizadores do festival anunciaram o fim definitivo do evento.

“A Loveparade foi sempre um festival pacífico e convival que vai ficar ensombrado para sempre pelos acontecimentos de ontem. Em respeito pelas vítimas, famílias e amigos decidimos cancelar para sempre este festival, o que quer dizer que é o fim da Loveparade”.

A polícia teria encerrado o túnel, instalando barreiras de segurança à entrada da instalação, meia-hora antes do início dos incidentes.

A falta de acessos para as ambulâncias e bombeiros atrasaram, durante horas, as operações de assistência às vítimas.

Criado em 1989, o festival Loveparade tinha sido forçado a abandonar Berlim, há cerca de uma década, devido à multiplicação dos problemas relacionados com abuso de álcool e drogas durante o festival.