Última hora

Última hora

Herdeira da l'Óreal interrogada pela polícia

Em leitura:

Herdeira da l'Óreal interrogada pela polícia

Tamanho do texto Aa Aa

A mulher mais rica de França foi ouvida esta segunda-feira pela brigada financeira. Lilliane Bettencourt, herdeira da l’Oréal, encontra-se em litígio com a filha por causa da herança mas o caso acabou por se transformar no escândalo político do Verão.

Bettencourt foi interrogada na qualidade de testemunha, durante um par de horas, na sua residência nos arredores de Paris. O advogado, Georges Kiejman, explicou que foram abordados todos os dossiês, nomeadamente o das relações da milionária com o ministro do Trabalho e a sua mulher, relações que classificou como “episódicas”. Quanto ao financiamento dos partidos, Bettencourt explicou que “nunca fez parte do seu centro de interesses”. Já o seu marido, enquanto foi vivo, dedicava-se a essa actividade.

A milionária é suspeita de evasão fiscal e de financiamento ilegal do partido do presidente Sarkozy. O ministro do Trabalho, Eric Woerth, foi tesoureiro da UMP e a sua mulher trabalhou para o gabinete que gere a fortuna de Lilliane Bettencourt. Woerth deverá ser interrogado nos próximos dias, na qualidade de testemunha.