Última hora

Última hora

A Estratégia da diplomacia europeia para o Irão

Em leitura:

A Estratégia da diplomacia europeia para o Irão

Tamanho do texto Aa Aa

A Europa e o Canadá adoptaram um conjunto de sanções sem precedentes contra o Irão para pressionar o regime retomar as negociações sobre seu programa nuclear.

A decisão da UE foi tomada durante a reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros em Bruxelas.

Estas sanções correspondem, em parte, em parte às adoptadas no dia 9 de junho pelo Conselho de Segurança da ONU.

As mediadas pretendem atingir principalmente o sector das indústrias de petróleo e gás.

A partir de hoje Bruxelas proibiu qualquer novo investimento, assistência técnica ou transferência de tecnologia, especialmente para a refinaria de petróleo e a liquefação de gás.

Trata-se de áreas sensíveis para o Irão. Apesar de ser o quarto produtor mundial de petróleo, o país importa cerca de 40% doe combustíveis devido à incapacidade técnica de refinar e satisfazer sua demanda interna.

Além da energia, o sector iraniano do transporte será duramente atingido – o controle em portos europeus será a partir de agora reforçado.