Última hora

Última hora

A Turquia viveu mais um dia de confrontos étnicos

Em leitura:

A Turquia viveu mais um dia de confrontos étnicos

Tamanho do texto Aa Aa

Turcos e curdos envolveram-se em actos violentos na cidade de Dortyol. Tudo começou na segunda-feira à noite quando um veículo da polícia foi atacado a tiro. Quatro agentes morreram na sequência do atentado. As autoridades de Ancara acusaram os rebeldes do PKK, que lutam pela independência do Curdistão, da autoria dos homicídios.

Um grupo de de populares turcos começou por provocar distúrbios logo na segunda à noite mas os confrontos prosseguiram esta terça-feira entre elementos das duas comunidades.
A polícia foi obrigada a intervir e a recorrer à utilização de gás lacrimogéneo para acalmar os ânimos.

A violência intercomunitária tem vindo a aumentar nos últimos meses. Em particular desde que o líder histórico do PKK anunciou ter desistido de tentar dialogar com o governo de Ancara. Abdullah Öcalan cumpre uma pena de prisão perpétua. Por outro lado, os guerrilheiros puseram termo a um cessar-fogo de 14 meses em Maio por considerarem que o executivo turco não está a fazer o prometido relativamente aos direitos da minoria curda.