Última hora

Anti-touradas festejam proibição na Catalunha

Em leitura:

Anti-touradas festejam proibição na Catalunha

Tamanho do texto Aa Aa

Dia de festa para os opositores das touradas e defensores dos animais em Espanha. O parlamento da Catalunha aprovou a interdição das corridas de touros na região, que entrará em vigor em 2012.

Uma activista dos direitos dos animais diz-se “bastante contente com o facto de a razão e de a compaixão terem ganho contra a barbárie. Trabalhámos muitos anos para este resultado, que é um triunfo para o povo da Catalunha”.

Fruto de uma “Iniciativa Legislativa Popular” apoiada por 180 mil assinaturas, a proibição das touradas foi aprovada com 68 vozes contra 55 no parlamento regional.

O voto foi vigorosamente aplaudido, nomeadamente por militantes da plataforma “Basta!”, responsável pelo lançamento da iniciativa.

Aficionados e membros da comunidade tauromáquica não poupam críticas à proibição. “Ditadores”, foi a palavra escolhida pelos defensores das touradas reunidos à frente do parlamento para definir os legisladores que aprovaram a lei.

Um jovem toureiro sente-se “decepcionado e impotente face à decisão dos políticos”, sublinhando que “deixou de haver o direito de assistir a um espectáculo público como a corrida de touros, que sempre existiu”.

Os meios taurinos denunciam “motivações políticas” da elite catalã, acusada de querer reforçar a autonomia regional com uma lei contra um símbolo da identidade espanhola.

A decisão terá também consequências financeiras para o sector, a nível nacional.