Última hora

Última hora

Guido Westerwelle: "A Europa é a direcção da Turquia"

Em leitura:

Guido Westerwelle: "A Europa é a direcção da Turquia"

Tamanho do texto Aa Aa

O destino da Turquia é na Europa, mas para o ministro alemão dos Negócios Estrangeiros isso não passa necessariamente pela adesão à União Europeia. De visita a Istambul, Guido Westerwelle
falou da importância de aprofundar as relações, evocando, implicitamente, os desejos alemães e franceses de uma parceria.

Westerwelle tentou fazer passar a mensagem em turco: “Quero dizê-lo na vossa língua. A direcção da Turquia é rumo à Europa. Espero que a partir de agora não haja equívocos”.

As declarações de Westerwelle contrastam com as David Cameron. Um dia antes, o primeiro-ministro britânico apresentou-se como o advogado da candidatura turca à União e disse compreender o desânimo da Turquia, criticando assim, de forma implícita a posição de Paris e Berlim.

A Turquia encetou as negociações de adesão em 2005, mas os progressos são poucos e vários dossiês estão bloqueados por alguns Estados membros.

Os europeus estão agora preocupados, pois a Turquia tem-se aproximado cada vez mais dos países vizinhos, entre eles, o Irão.