Última hora

Última hora

Juíza norte-americana suspende lei discriminatória no Arizona

Em leitura:

Juíza norte-americana suspende lei discriminatória no Arizona

Tamanho do texto Aa Aa

Fugir do Arizona, foi o que fizeram muitos clandestinos quando foi aprovada, em Abril, uma controversa lei da imigração, que hoje entraria em vigor. Isto é o que fazem muitos imigrantes sem papeis desde Abril. A família Aranda vive em Phoenix há oito ans, mas tem demasiado medo de ficar, como explica Italia Aranda, estudante de 20 anos.

“Cada vez que vou para a escola tenho medo que me detenham, me enviem para uma esquadra em vez da minha casa. Só quer ir para a escola, estudar, fazer o que tenho a fazer e ficar, mas ê um risco..”

Antes da decisão da juíza Bolton de suspender a lei SB 1070 no Arizona, 400 mil pessoas, em situação ilegal, fizeram as malas e partiram.

Um dos artigos suspensos transformava o imigrante clandestino culpado de delito no Estado do Arizona e obrigava a polícia a investigar o estatuto dos suspeitos de imigração ilegal.

Transportar um imigrante na clandestinidade também estava para a ser um delito. Alguns casais mistos também recearm pelo futuro e partiram. Outros denunciaram abertamente uma deriva racista.

Joseph Gabor:

“Esta nova lei é uma lei racista, infelizmente eu, que nasci aqui, sou cidadão americano, veterano das Forças Armadas do país, e agora vou ser parado pela polícia simplesmente por estar a conduzir e ser latino-americano .”

Cerca de 100 imigrantes ilegais terão deixado o Arizona desde a aprovação da lei que crimininalizava a contratação de os empresários que contratassem clandestinos. .

O Arizona e o México fazem fronteira mas erguem muros por causa da violência ligada ao tráfico de droga. Foi o que esteve na base da radicalização legislativa do Arizona.