Última hora

Última hora

Pressão civil resultou para travar aplicação de lei discriminatória no Arizona

Em leitura:

Pressão civil resultou para travar aplicação de lei discriminatória no Arizona

Tamanho do texto Aa Aa

Sério golpe contra a lei da imigração do Estado do Arizona. A comunidade latino-americana bateu-se pela causa e conseguiu.

A juíza federal Susan Bolton suspendeu os artigos mais controversos da lei SB 1070 que devia ter entrado em vigor hoje.

O Arizona recorreu da sentença e vai até no Supremo Tribunal. Mas o processo vai ser longo.

Mas o autor do projecto, o senador Russel Pearce, não baixa os braços.

“Quero que as pessoas percebam que isto não é impedimento para a aplicação da lei, apenas um obstáculo temporário. nós vamos ganhar o recurso.”

A administração americana constituiu-se como parte no processo de defesa dos direitos do homem contra esta lei alegadamente discriminatória.

No México, os ecos são de satisfação:

A ministra mexicana dos Negócios Estrangeiros, Patricia Espinosa afirmou que o país está reconhecido pela determinação do governo federal dos Estados Unidos e das ONG’s que colocaram em causa a legitimidade desta lei desde o princípio.

Os mexicanos mobilizaram-se completamente na véspera da data prevista de aplicação da lei alegadamente discriminatória para os lationo-americanos que trabalham em Phoenix, Arizona.