Última hora

Última hora

Crise política em Itália fragiliza aliança entre Berlusconi e Fini

Em leitura:

Crise política em Itália fragiliza aliança entre Berlusconi e Fini

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, exige a demissão do presidente da Câmara dos Deputados, mas Gianfranco Fini já disse que não vai ceder.

Fini afirmou que não abandona o cargo e que vai criar um novo partido que poderá retirar a maioria a Berlusconi.

A confirmar-se este cenário torna-se possível a convocação de eleições antecipadas. Fini conta já com o apoio de pelo menos 35 deputados e 15 senadores.

A crescente crispação entre ambos acabou por se transformar num combate público de palavras.

“Mantive silêncio absoluto. Não se trata de um conflito entre duas pessoas. São simplesmente declarações que opõem um lado ao outro”, diz o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi.

Nas últimas semanas, as tensões têm vindo a subir de tom dentro do partido Povo da Liberdade. Berlusconi e Fini uniram-se há cerca de um ano. Agora, estão prestes a terminar a parceria, de forma amarga.

O conflito agravou-se com a influência crescente da Liga Norte (de Berlusconi) na formação Povo da Liberdade.

Os dois políticos já estão a reunir com os seus apoiantes para definir estratégias. A avaliar pelo número de seguidores, Berlusconi deverá sair vencedor do duelo.