Última hora

Em leitura:

A economia dos Estados Unidos abranda no segundo trimestre


EUA

A economia dos Estados Unidos abranda no segundo trimestre

O Produto Interno Bruto dos Estados Unidos cresceu 2,4 por cento no segundo trimestre. Este é um resultado abaixo do esperado. A maior economia mundial está a abrandar.

Mas nem tudo são más notícias.

A actividade industrial subiu em Julho e a indústria automóvel contribuiu para isso.

Barack Obama foi a Detroit, numa viagem de pré campanha, e celebrou o facto de a General Motors e a Chrysler terem aproveitado os benefícios estatais.

“Esta fábrica e os vossos empregos podiam não existir mais. Alguns líderes, em Washington, disseram não às ajudas. Diziam que o apoio à indústria automóvel estava condenado ao fracasso. Um deles disse que este era o pior negócio que se poderia fazer. Disseram que devíamos esquecer estes postos de trabalho. Quem me deram que estivessem hoje aqui,” afirmou.

O presidente mostra assim que manter os postos de trabalhos é uma prioridade, contudo a taxa de desemprego do país atinge os 9,5 por cento.

Obama tem assim a tarefa difícil de convencer o eleitorado até às eleições intercalares, para o Congresso, no final do ano.

A confiança das famílias norte-americanas, na economia, recuou para o índice mais baixo desde Novembro.

Contudo a confiança na bolsa continua em alta.

No mês de Julho o Dow Jones registou ganhos de 7,08 por cento e o Nasdaq de 6,9 por cento.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

China: nova explosão numa mina de carvão