Última hora

Última hora

Colômbia não planeia atacar a Venezuela

Em leitura:

Colômbia não planeia atacar a Venezuela

Tamanho do texto Aa Aa

O porta-voz da presidência colombiana afirma que a Colômbia não pretende atacar a Venezuela, apesar de ter deslocado militares para a fronteira entre os dois países.

Uma reacção às afirmações do chefe de estado venezuelano, sobre um possível ataque militar planeado por Bogotá.

Não há ofensiva mas, Cesar Mauricio Velasquez, leu um comunicado de Alvaro Uribe, no qual fica explícito que a Colômbia recorreu aos instrumentos do direito internacional e vai continuar a fazê-lo para que se adoptem medidas para obrigar a Venezuela a não dar abrigo a terroristas colombianos.

Caracas quebrou as relações diplomáticas com Bogotá quando a Colômbia denunciou que o regime de Chavez dava cobertura aos chefes das FARC.

As boas relações entre Barack Obama e Alvaro Uribe também não agradam ao presidente venezuelano. Os Estados Unidos têm várias bases militares na Colômbia.

Chavez acusa Bogotá de manobras militares em espaço aéreo venezuelano sem autorização.

A tensão entre os dois países cresce a poucos dias do fim do mandato de Uribe, Juan Manuel Santos é o novo presidente eleito.

A crise entre Venezuela e Colômbia será debatida na próxima cimeira do Mercosul que decorre, na Argentina, no início da próxima semana.