Última hora

Última hora

Presidente paquistanês mantém visita ao Reino Unido

Em leitura:

Presidente paquistanês mantém visita ao Reino Unido

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar dos protestos contra David Cameron, em Karachi, Asif Ali Zardari decidiu efectuar a deslocação à Grã-Bretanha, que acontece já na próxima semana.

Este sábado os responsáveis dos Serviços de Inteligência do Paquistão cancelaram um encontro com especialistas de segurança britânicos.

Segundo Hamid Gul, antigo chefe destes serviços, esta entidade segue uma política clara do governo do Paquistão. Querem um Afeganistão pacífico porque acreditam que sem paz neste país não pode haver paz no Paquistão.

O cancelamento desta viagem é uma reacção às acusações de “exportação de terrorismo” feitas pelo primeiro-ministro britânico, na Índia, contra Islamabad.

O candidato à liderança dos trabalhistas, David Miliband, critica a actuação de Cameron e afirma que o Reino Unido precisa de relações sólidas. Acrescenta que o chefe do executivo contou apenas parte da história em relação ao Paquistão e que foi isso que os enfureceu.

O papel de Islamabad na luta contra os talibãs, em termos geopolíticos, é fulcral. Mas o seu posicionamento é criticado. Há menos de uma semana uma fuga de informação, nos Estados Unidos, trazia à luz do dia dados que avançam que Irão e Paquistão colaboram com os rebeldes na luta contra as forças da NATO no Afeganistão.