Última hora

Última hora

Cheias e lixo ameaçam Barragem das Três Gargantas

Em leitura:

Cheias e lixo ameaçam Barragem das Três Gargantas

Tamanho do texto Aa Aa

As chuvas torrenciais afectam cada vez mais províncias chinesas. Na província de Hubei, as cheias aceleraram a acumulação de detritos, que ameaçam a abertura das comportas da Barragem das Três Gargantas. Falta pessoal para limpar diariamente as três mil toneladas de lixo, derramadas em parte pelos 150 milhões de pessoas que moram nas margens da maior barragem do Mundo. Em algumas partes, o lixo é tão compacto que é possível caminhar na superfície.

Na província de Jilin, as chuvas torrenciais danificaram o sistema de abastecimento da cidade de Tonghua e 300 mil pessoas estão sem água potável. Não se sabe até quando vai durar a situação. A população está a receber água engarrafada e comida.

Na semana passada, o abastecimento de água tinha sido cortado na cidade de Jilin, após a descoberta de bidões de produtos químicos no rio Songhua. Produtos tóxicos encontrados agora na província vizinha de Heilongjiang.

Segundo o último balanço das autoridades, as cheias e os deslizamentos de terras deixaram cem pessoas mortas ou desaparecidas na província de Jilin. Há 37 mil casas destruídas e quase 600 mil pessoas tiveram de abandonar as zonas afectadas. Jilin viveu as piores cheias em mais de uma década. Em algumas zonas, no entanto, já é hora de limpeza. É o caso do condado de Yogji.