Última hora

Última hora

Seis novos locais com selo da UNESCO

Em leitura:

Seis novos locais com selo da UNESCO

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 40.000 hectares do Parque Nacional de Pirin, na Bulgária, são a partir de agora Património Mundial da Humanidade.

Com a extensão apenas duas zonas reservadas aos turistas ficam fora da classificação da UNESCO.

No total foram inscritos, este domingo, seis novos locais. 39 aguardam, ainda, o veredicto
da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.

Entre os classificados está a ilha francesa da Reunião distinguida pelo Parque nacional de florestas tropicais.

Danxia, no Sul da China, foi escolhido pelo papel na preservação das florestas subtropicais, bem como pela flora e pela fauna, que inclui cerca de 400 espécies raras ou ameaçadas.

No México, a estrada do Camino Real de Tierra Adentro foi distinguida, bem como, um complexo de cavernas pré-históricas em Oaxaca no Sul do país.

No Brasil, o selo da Unesco foi para a praça de São Francisco, na cidade de São Cristóvão graças ao conjunto arquitectural dos séculos XVIII e XIX.

O Património Subaquático constitui parte da herança cultural da humanidade e a terminar as honras da UNESCO foram para as ilhas Quiribati, no Pacífico sul.