Última hora

Última hora

Estados Unidos "deploram" ataque a Acaba

Em leitura:

Estados Unidos "deploram" ataque a Acaba

Tamanho do texto Aa Aa

A cidade jordana de Acaba foi apanhada no fogo cruzado de roquetes, entre o Hamas e Israel que dura desde sexta-feira, num jogo de parada e resposta.

Os Estados Unidos já consideraram o ataque de hoje de “deplorável”. O porta-voz do Departamente de Estado, Philip Crowley disse que se trata de um acto deplorável, mas endereçou a crítica de forma muito vaga. Falou apenas em responsáveis.

O ataque visou a zona balnear do Golfo de Acaba. O porta-voz do governo de Israel acusou os extremistas deste ataque a Israel e à Jordânia:

“O Primeiro-Ministro, Netanyahu falou com o rei de Jiordânia e com o presidente do Egipto. E não há dúvida que o ataque de hoje visava Israel e a Jordânia e foi obra de extremistas, que não queriam só matar pessoas inocentes, mas queriam também destruir qualquer chance de trabalharmos juntos, para a paz”.

Do ataque desta segunda feira, resultou um morto.

A soberania do golfe de Acaba está dividida, entre Israel, o Egipto e a Jordânica. Acolhe poderosos interesses comerciais norte-americanos, na área do turismo de luxo.

A Palestina aceitou retirar o golfo de Acaba de todos os roteiros para a paz, para evitar a regionalização do conflito, ao Egipto e à Jordânica.Mas o ataque desta segunda-feira pode indiciar uma mudança de posição.