Última hora

Última hora

Operadores tentam contornar proibição da Net

Em leitura:

Operadores tentam contornar proibição da Net

Tamanho do texto Aa Aa

As empresas de telecomunicações que operam no Médio Oriente iniciaram, esta segunda-feira, um processo de discussão conjunta, na tentativa de encontrarem uma alternativa aos constrangimentos impostos pelos Emirados Árabes Unidos.

As negociações estão a decorrer na cidade saudita de Jeddah. Em causa a proibição imposta à distribuição dos serviços do operador canadiano, BlackBerry.

Uma decisão que não agrada aos utilizadores:

“É um erro acabar com estes serviços, porque as comunicações, hoje em dia, dependem das mensagens e dos serviços da BlackBerry”, diz um internauta.

Outro diz que a proibição vai afectar a vida económica:

“O BlackBerry Negócios e outros serviços são muito bons e acabar com todos estes serviços, não é, de todo, uma coisa boa”.

A partir de 11 de Outubro, a BlackBerry não poderá fornecer serviços de roaming, se não o fizer através de um operador local.

A razão da exigência é permitir às autoridades o controle dos conteúdos trocados. Outros serviços serão suspensos já este mês.

As empresas que procuram soluções são a STC, A Mobily and Zain e a RIM, proprietária da BlackBerry.