Última hora

Última hora

Consequências da maré negra estão por avaliar

Em leitura:

Consequências da maré negra estão por avaliar

Tamanho do texto Aa Aa

As consequências da maré negra estão à vista.
Desde o acidente terão sido libertados para o mar qualquer coisa como cinco milhões de barris de petróleo.

O último relatório divulgado pela administração Obama revela que a maior parte do crude desapareceu.

A cientista Jackie Savitz afirma que a ser verdade “26% do total de petróleo continua a ser uma grande quantidade, que representa quatro vezes mais do que o acidente Exxon Valdez.
Por isso, não me parece que o pior já tenha passado.”

O director da Agência de Protecção Ambiental norte-americana admite que “os efeitos a longo prazo para a vida marinha são, ainda, desconhecidos.
Paul Anastas refere que “a BP usou cerca de sete milhões de litros de dispersantes, uma quantidade nunca antes utilizada nos Estados Unidos”

Documentos oficiais revelam que a BP usou durante meses dispersantes tóxicos, contrariando, as directivas norte-americanas. Uma combinação de químicos que segundo os cientistas vai ter um forte impacto no meio ambiente.