Última hora

Última hora

Representante dos EUA presente nas cerimónias de Hiroshima

Em leitura:

Representante dos EUA presente nas cerimónias de Hiroshima

Tamanho do texto Aa Aa

O toque do sino ouviu-se à mesma hora que, há 65 anos, o avião norte-americano lançou uma bomba atómica sobre Hiroshima.

Pela primeira vez, um representante dos Estados Unidos participou nas cerimónias que evocam o bombardeamento. Também pela primeira vez, França, Reino Unido e o secretário-geral das Nações Unidas estiveram presentes.

“Enquanto existirem armas nucleares, viveremos à sombra do nuclear. Foi por isso que eu fiz do desarmamento nuclear e da não-proliferação uma prioridade para as Nações Unidas”, sublinhou o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

A 6 de Agosto de 1945, os EUA lançaram a primeira bomba atómica da história sobre Hiroshima, situada no oeste do Japão. A explosão nuclear não deixou sobreviventes num raio de mais de um quilómetro. Entre o dia do bombardeamento e o final desse ano morreram cerca de 140 mil pessoas.