Última hora

Última hora

Incêndios na Rússia vão de mal a pior

Em leitura:

Incêndios na Rússia vão de mal a pior

Tamanho do texto Aa Aa

Os números oficiais publicados hoje pelo Ministério de Emergência russo causam arrepios.
Na região Ocidental do país estão activos mais de 550 fogos e cerca de 200 mil hectares de terreno foram pasto das chamas.
 
Mais de 160 mil homens estão no terreno auxiliados por 26 mil meios de combate a incêndios, onde se incluem camiões cisterna helicópteros e aviões.
 
Vários pontos estratégicos, caso das centrais nucleares, estão ameaçados pelas chamas, sendo aí que se concentram os esforços dos bombeiros.
 
Alexey Liakhov, do gabinete de meteorologia, prevê uma melhoria da situação: “Esperamos que esta tarde o vento mude da direcção sudeste para sul ou sudoeste. A atmosfera será um pouco menos pesada e esta noite na cidade e região de Moscovo o ar deverá ser mais limpo uma vez que os ventos deverão soprar de oeste.”
 
Apesar de as previsões apontarem para um ligeiro abaixamento das temperaturas a partir de quarta-feira, quem pode foge. Nos aeroportos de Moscovo, só no Domingo, foram registadas mais de cem mil partidas.