Última hora

Última hora

Milhares de polacos manifestam-se contra cruz em frente ao palácio presidencial

Em leitura:

Milhares de polacos manifestam-se contra cruz em frente ao palácio presidencial

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas manifestaram-se esta noite em frente ao palácio presidencial de Varsóvia para exigir a retirada da cruz de madeira em memória ao falecido presidente Lech Kaczynski e às outras 95 vítimas do acidente aéreo de Smolensk em Abril.

O símbolo da discórdia está rodeado por um cordão policial e é guardado por várias dezenas de polacos.

Um deles defende que “vieram aqui cento e oitenta mil pessoas de toda a Polónia” e é aqui que a tragédia “deve ser lembrada”. E acrescenta que “o que está a acontecer é provavelmente por vontade do governo”.

A polémica em torno da cruz assumiu contornos políticos quando o presidente eleito no início de Julho, Bronislaw Komorowski, anunciou a intenção de transferir o símbolo para uma igreja.

Um manifestante explica que veio exprimir a sua opinião “tal como fazem os defensores da cruz” que, segundo ele, “defendem algo que não devia estar aqui”.

Na semana passada, apoiantes do falecido chefe de Estado conseguiram impedir a transferência da cruz para a igreja de Santa Ana. Erguida por um grupo de escuteiros poucos dias depois do acidente aéreo, a cruz converteu-se num local de peregrinação para milhares de polacos.