Última hora

Em leitura:

Número de mortos e feridos aumenta no Afeganistão


Afeganistão

Número de mortos e feridos aumenta no Afeganistão

1270 civis morreram, no Afeganistão no primeiro semestre de 2010. Há quase o mesmo número de feridos, segundo um relatório da Missão de Assistência das Nações Unidas no Afeganistão.

Segundo a ONU, as forças pró-governamentais provocaram 18 por cento destas baixas e os elementos antigovernamentais, entre eles os talibãs, 72 por cento. Uma clivagem atribuída à diminuição dos raids aéreos das forças da NATO.

O representante especial da ONU, Staffan de Mistura, explica que há 3268 pessoas atingidas, entre mortos e feridos. O que significa um aumento de 31 por cento em relação ao mesmo período de 2009.

Em geral, analisando feridos e mortos, este relatório aponta responsabilidades por 76 por cento destas perdas aos rebeldes e 12 às forças aliadas.

Os números têm vindo a crescer ao longo dos anos, 14 por cento de 2008 para 2009.

A ONU adianta ainda que 176 crianças foram mortas e 389 feridas nos primeiros seis meses deste ano, o que significa um aumento de 55 por cento em relação a idêntico período de 2009.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Confissão de Khadr pode ser usada em tribunal