Última hora

Última hora

Ashkenazi: "os disparos foram necessários..."

Em leitura:

Ashkenazi: "os disparos foram necessários..."

Tamanho do texto Aa Aa

O general Gaby Ashkenazi, chefe do estado maior do exército israelita foi ouvido pela comissão de inquérito israelita que averigua a acção levada a cabo no dia 31 de Maio por um grupo de comandos contra uma frota de apoio humanitário destinado à Faixa de Gaza.

Segundo Ashkenazi, os disparos foram necessários e dirigidos somente aos que punham em risco a vida dos militares.

Entretanto decorreu a primeira reunião da comissão de inquérito das Nações Unidas ao mesmo incidente.

Numa tentativa de evitar atritos com Israel, o secretário-geral da ONU sublinhou que o objectivo desta comissão não é determinar responsabilidades criminais, mas sim identificar as circunstâncias em que ocorreu o incidente.

O primeiro relatório desta comissão será divulgado no dia quinze de Setembro.

Durante a operação militar contra a frota humanitária foram mortos nove cidadãos turcos.