Última hora

Última hora

Economia chinesa dá sinais de desaceleração

Em leitura:

Economia chinesa dá sinais de desaceleração

Tamanho do texto Aa Aa

O crescimento dos investimentos e da produção industrial na China abrandaram ainda mais no mês passado, depois de o Governo ter restringido o acesso ao crédito, de forma a evitar a formação de uma bolha especulativa no sector imobiliário.

A produção industrial cresceu 13,4 por cento em Julho, em termos homólogos, menos três décimas do que em Junho.

Os investimentos em activos fixos nas áreas urbanas aumentaram 24,9 por cento nos primeiros sete meses do ano, contra 25,5 por cento no mês anterior.

Mas levando em conta a inflação no atacado, que caiu para 4,8 por cento em Julho na comparação anual, contra 6,4 por cento em Junho, um economista do Bank of America Merrill Lynch diz que o crescimento real foi estável.

O índice de preços ao consumidor subiu para 3,3 por cento em Julho face aos 2,9 por cento registados em Junho, ficando acima do limite de 3 por cento fixado pelo Governo.