Última hora

Última hora

ONU pede ajuda para o Paquistão

Em leitura:

ONU pede ajuda para o Paquistão

Tamanho do texto Aa Aa

As Nações Unidas pediram à comunidade internacional 459 milhões de dólares, cerca de 350 milhões de euros, para fazer
face à calamidade que atingiu o Paquistão.

Segundo o gabinete de coordenação dos assuntos humanitários da ONU (OCHA), seis milhões de pessoas afectadas pelas inundações necessitam de ajuda humanitária imediata para sobreviver.

“A nossa aldeia foi destruída pelas cheias. Há 12 dias que estamos na berma da estrada. Precisamos de comida e de tendas, mas não recebemos nem comida nem tendas.”, lamenta-se uma das vítimas.

A verba pedida destina-se apenas aos próximos noventa dias.

Organizações de ajuda internacional alegam que o auxílio tem sido mais lento do que a resposta a outras crises, mas o parta voz do OCHA diz que essas queixas não são justificadas: “Sei que há pessoas que dizem que a resposta não foi tão rápida quanto o desejado, mas é impossível numa situação como esta dar tendas a 14 milhões de pessoas – as desalojadas e as que foram evacuadas – em apenas um ou dois dias”, refere.

A quantidade anormal de chuva das monções provocou cheias na bacia do rio Indo que inundaram aldeias e campos, destruíram colheitas e mataram gado.

Tidas como as piores dos últimos oitenta anos, fizeram cerca de 1600 mortos e destruíram ou danificaram quase 300 mil casas. A calamidade afectou 14 milhões de pessoas, ou seja oito por cento da população.