Última hora

Última hora

Muro em Guiló começa a ser desmantelado

Em leitura:

Muro em Guiló começa a ser desmantelado

Tamanho do texto Aa Aa

Israel começou a desmantelar o muro de Guiló, em Jerusalém, construído há oito anos.

A barreira composta por 800 blocos de cimentos ao longo de 600 metros foi erguida para proteger os habitantes da colónia hebraica dos disparos palestinianos.

Israel justifica a medida com a estabilidade na zona. Os habitantes aplaudem a decisão:

“Creio que é um sinal positivo. Espero que este seja um caminho para a paz” afirma um taxista.

Desde o início da Segunda Intifada, Guiló foi alvo de disparos das milícias palestinianas a partir de Beit Yala, que nos anos 70 viu parte das terras confiscadas para a construção da colónia judaica.

Um porta-voz do governo palestiniano espera que “a remoção dos blocos frente aos colonatos sirva para reforçar a segurança dos palestinianos, para acabar com as barreiras em relação a este povo e com as restrições dos movimentos palestinianos nos seus próprios territórios.”

O desmantelamento da estrutura deverá estar concluído dentro de duas semanas.

As autoridades israelitas não excluem a hipótese de reerguer o muro caso se registem novos incidentes.