Última hora

Em leitura:

Data de retirada do Afeganistão "não é negociável"


Afeganistão

Data de retirada do Afeganistão "não é negociável"

A data da retirada das tropas norte-americanas do Afeganistão “não é negociável”. A afirmação é do porta-voz adjunto da Casa Branca para mostrar que a estratégia de Barack Obama se mantém. Julho de 2011 é mesmo a data em que os soldados começam a regressar a casa.

A declaração surge um dia depois do líder do exército norte-americano no Afeganistão, o general David Petraeus, ter dito, em entrevista, que a data está “sujeita a condições” e que se reserva o direito de aconselhar o contrário Barack Obama.

Opinião diferente tem o secretário da Defesa, Robert Gates, que garante que a data se mantém.
O governante – que transitou da Administração Bush para a equipa democrata – anunciou ainda que vai abandonar o cargo em 2011, ou seja, no ano em que está prevista a retirada das tropas do Afeganistão e um ano antes do final do mandato de Obama.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

espionagem