Última hora

Última hora

Escândalo de uma ex-soldado israelita

Em leitura:

Escândalo de uma ex-soldado israelita

Tamanho do texto Aa Aa

Uma mulher israelita – que publicou na rede social Facebook duas fotografias suas ao lado de prisioneiros palestinianos amarrados e vendados -foi criticada pelo exército israelita e pela Autoridade Palestiniana.

As fotos publicadas por Eden Abergil são do tempo em que esta integrava as forças armadas israelitas. Como já não está ao serviço, não pode ser julgada por um tribunal militar, como refere um porta-voz do exército.

“O exército israelita condena veementemente essas fotos que não reflectem o espírito do exército e os princípios éticos a que todos aspiramos. Se ela ainda estivesse no activo iria de imediato a tribunal militar.”

Numa entrevista radiofónica, a ex-combatente israelita afirma que são fotos de habitantes da Faixa de Gaza detidos quando tentavam entrar em Israel e que nunca pensou que as fotografias viriam a ser um problema.

“É um exemplo típico de como o exército e a ocupação israelita humilham e oprimem o povo palestiniano. É, simultaneamente, um exemplo que mostra como a ocupação israelita também corrompe os israelitas”, referiu um porta-voz da Autoridade Palestiniana.

As fotos já foram retiradas da página de Eden Abergil no Facebook, depois de esta se ter apercebido do sarilho que causou.