Última hora

Última hora

ONU insiste na ajuda ao Paquistão

Em leitura:

ONU insiste na ajuda ao Paquistão

Tamanho do texto Aa Aa

A ajuda internacional para o Paquistão só atingiu ainda 40% dos 460 milhões de dólares solicitados pelas Nações Unidas.

Ban Ki-moon vai explicar esta quinta-feira aos países membros da organização o que viu no terreno e lançar um novo apelo.

Os bens que estão a ser distribuídos são manifestamente escassos. O Programa Alimentar Mundial (PAM), que prevê fornecer dois milhões de rações até ao final da semana, teme que os stocks de alimentos não cheguem para o mês de Setembro.

A UNICEF está particularmente preocupada com a saúde de cerca de sete milhões de crianças. O risco de doenças é muito forte devido à falta de água potável e às condições insalubres em que as famílias vivem há vários dias.

No terreno tudo são dificuldades como refere um representante da Cruz Vermelha:
“Para já estamos a usar mulas, por exemplo, em alguns locais, para distribuir a ajuda mais urgente porque as infraestruturas como estradas e pontes ainda terão que ser reconstruídas para podermos utilizar camiões”.

Segundo os dados da ONU, as inundações atingiram 15,4 milhões de pessoas e cerca de seis milhões estão em condições particularmente difíceis, sobretudo nas províncias do Penjab, Sind e Baluchistão.