Última hora

Última hora

Termina invasão da embaixada turca em Telavive

Em leitura:

Termina invasão da embaixada turca em Telavive

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de quase quatro horas de interrogatório pelos diplomatas turcos, foi transferido para o hospital o palestiniano que invadiu a embaixada da Turquia em Telavive. A acompanhá-lo funcionários da representação diplomática, um socorrista e um polícia israelitas.

Nadim Nedjassa, de 28 anos, foi baleado numa perna pelos seguranças, quando tentava manter o cônsul e a esposa como reféns.

Originário de Ramallah, na Cisjordânia, Nedjassa tentou obter pela força o asilo na Turquia. Sente-se ameaçado pelos serviços palestinianos que o procuram por traição, depois de ter sido informador dos serviços israelitas Shin Bet. Informação confirmada do lado palestiniano, mas desmentida por Israel, que o descreve como doente mental.

Nadim Nedjassa foi libertado há duas semanas em Israel, onde cumpriu quatro anos de prisão por, em 2006, ter invadido a embaixada do Reino Unido para pedir também asilo. Desta vez terá entrado por uma janela do rés-do-chão e terá ameaçado fazer explodir a embaixada.