Última hora

Última hora

UE oferece 70 milhões de euros de ajuda ao Paquistão

Em leitura:

UE oferece 70 milhões de euros de ajuda ao Paquistão

Tamanho do texto Aa Aa

A comunidade internacional cerra fileiras para ajudar os 20 milhões de paquistaneses afectados pelas inundações. A União Europeia aumentou a contribuição para 70 milhões de euros.

Até agora, a comida e a água potável só chegaram a cerca de 700 mil pessoas. Seis milhões precisam de ajuda urgente e continua a temer-se uma segunda vaga de mortes devido a epidemias.

A Organização Internacional para as Migrações, reunida esta quarta-feira em Islamabad, alerta que o número de pessoas que precisa de comida e de abrigo está a crescer.

“A situação excede a capacidade de resposta imediata tanto dos governos como das agências de ajuda internacional. Por isso, vamos continuar a ver fotografias de pessoas em situações de desespero ainda durante os próximos tempos”, declarou o porta-voz da organização.Chris Lom.

As fotografias de famílias despojadas sucedem-se no terreno. Milhões dormem em tendas improvisadas nas bermas das estradas. Face a este cenário, a União Europeia elevou o montante de ajuda para 70 milhões de euros.

Esta quarta-feira, a comissária para a ajuda humanitária, Kristalina Georgieva, anunciou que depois dos 30 milhões de euros decididos numa primeira fase e dos 10 milhões suplementares prometidos a 11 de Agosto, a Comissão Europeia compromete-se a contribuir com mais 30 milhões.

Por sua vez, as Nações Unidas anunciaram já ter reunido mais de 200 milhões de dólares. Na semana passada, a ONU fez um apelo de 460 milhões de dólares para prestar ajuda de emergência aos seis milhões de sinistrados mais vulneráveis.