Última hora

Última hora

Paquistão: Ajuda a meio gás

Em leitura:

Paquistão: Ajuda a meio gás

Tamanho do texto Aa Aa

As Nações Unidas já conseguiram metade dos 460 milhões de dólares solicitados para a ajuda de emergência ao Paquistão.

Pouco a pouco a comunidade internacional vai-se mobilizando. Esta quarta-feira, a União Europeia anunciou o reforço da ajuda prometida em 30 milhões de euros, elevando para 70 milhões o contributo dos Vinte Sete.

Ban Ki-moon vai continuar o apelo na assembleia geral da ONU esta quinta-feira.

Mas para quem perdeu tudo e foi obrigado a fugir, a resposta é muito lenta. Em Nowshera Kala, a 150 quilómetros de Islamabad, o desespero e a revolta começam a ganhar terreno.

“Se ninguém nos ajudar, vamos revoltar-nos. E usaremos de todos os meios para nos fazermos ouvir”, afirma um refugiado.

O Paquistão diz já ter recebido 300 milhões de dólares de ajuda internacional, mas num país que viu um quinto do território inundado, a logística é complicada. Faltam estradas, pontes e meios de transporte para aceder às zonas mais isoladas.

17 milhões de pessoas – um décimo da população -foram afectadas pelas cheias.

A UNICEF calcula que cerca de sete milhões de crianças correm o risco de contrair doenças véiculadas pelas águas poluídas e pelos insectos.