Última hora

Última hora

Rússia restringe consumo de alcool

Em leitura:

Rússia restringe consumo de alcool

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia lança um novo ataque às bebidas alcoólicas fortes. Já a partir de 1 de Setembro a venda de vodka e de todas as bebidas com mais de 15° será proíbida em Moscovo, entre as 10 da noite e as dez da manhã.

O objectivo do governo é reduzir o consumo de alcool que mata todos os anos meio milhão de pessoas, no país.

Ao mesmo tempo as autoridades decretaram a tolerância zero para o alcool ao volante.

“Infelizmente na Rússia temos este problema: 30 a 40% da população abusa do alcool. E as consequências são perdas económicas, sociais e médicas ligadas directamente a este faixa da população”, explica um perito do governo.

O chefe dos serviços de toxicologia congratula-se com a nova lei, mas lembra que as medidas de interdição decretadas por Gorbatchev nos anos 80 fracassaram.

Para vários analistas, a proibição vai aumentar o comércio ilegal e o número de vítimas em consequência dos produtos fraudulentos vendidos no mercado negro.

Para já, e desde o dia 6 de Agosto, os russos não podem conduzir com nenhum traço de alcool no sangue.