Última hora

Última hora

Última brigada de combate dos EUA chega ao Kuwait

Em leitura:

Última brigada de combate dos EUA chega ao Kuwait

Tamanho do texto Aa Aa

A última brigada de combate dos Estados Unidos deixou o Iraque e chegou ao Kuwait.

Em território iraquiano, ficam 56 mil militares com a missão de formar as forças da ordem nacionais.

Washington considera que se trata de “um momento histórico”, sete anos e meio depois do início da guerra para derrubar Saddam Hussein.

À chegada, os militares norte-americanos não escondem a alegria pelo fim dos combates.

“É um fardo que me sai de cima. É bom estar no Kuwait, no caminho de regresso a casa”, afirma Troy Danahi.

“É um alívio depois de passar doze meses de seguida naquele veículo, finalmente sair e constatar que é a última vez que uso aquele equipamento, é uma boa sensação”, diz Timothy Berrena.

“Não participei na invasão do Iraque mas temos que fechar o ciclo. É uma boa sensação para a minha equipa e para mim”, considera o sargento Keith Chase.

A retirada surge no dia a seguir ao mais mortífero dos atentados terroristas, este ano, em Bagdade.