Última hora

Última hora

França: Mãe descobre morte do filho durante o funeral de um outro parente

Em leitura:

França: Mãe descobre morte do filho durante o funeral de um outro parente

Tamanho do texto Aa Aa

É a história marcante de uma família a viver em Lille, no norte de França. Josianne Vermeersch participava no funeral do irmão quando descobriu que o filho, de 42 anos, morreu e foi sepultado no mesmo cemitério entre os indigentes. A descoberta foi feita por uma parente, graças ao nome e à data de nascimento inscrita na cruz que assinala o local.

Hoje, completamente destroçada, Josianne afirma:
“Assim, como um cão, sem nada. Quando se vê isto e sabemos que fizemos tudo pelo nosso irmão e ninguém nos avisou. Porque é que está aqui? Não se sabe nada. Alguém não fez o seu trabalho e é com esses que estou zangada”.

Josianne tinha tentado contactar o filho para o prevenir da morte do tio, mas não estranhou ficar sem notícias depois de uma zanga familiar.

O outro filho de Josianne, Christophe Langlet, exige um inquérito e defende: “A minha mãe tem a mesma morada há 20 anos, poderia ter sido identificada facilmente, ela mora aqui ao lado. Tudo isto foi gerido com ligeireza”.

Segundo a polícia, Oliver morreu a 5 de Julho de morte natural e os agentes foram incapazes de descobrir a família.

O corpo vai ser exumado. À espera de realizar uma verdadeira cerimónia, a família vai apresentar queixa.