Última hora

Última hora

Fundador da Wikileaks acusado de violação

Em leitura:

Fundador da Wikileaks acusado de violação

Tamanho do texto Aa Aa

O criador da Wikileaks está a ser acusado de violação na Suécia.

A Justiça sueca emitiu um mandado de prisão contra Julian Assange, conhecido por ter divulgado documentos secretos sobre o Afeganistão. Até ao momento a polícia desconhece o seu paradeiro.

Enquanto na conta da Wikileaks no Twitter se pode ler que as acusações não têm fundamento, a imprensa local afirma que foram feitas denúncias, por duas mulheres, de 20 e 30 anos. A primeira por violação, a segunda por agressão.

Assange estava na Suécia, a convite do Partido Pirata, um movimento contra os direitos de autor, para participar em palestras e seminários.

Na internet surgem teorias sobre uma possível conspiração contra o empresário por ter publicado documentos secretos do Exército americano. Relatórios que reportam crimes de guerra cometidos pelas forças militares ocidentais.

Em meados de Agosto a Wikileaks anunciava que ia divulgar mais 15 mil novos documentos confidenciais sobre a guerra do Afeganistão.