Última hora

Última hora

Netaniahu afirma que a paz é possível

Em leitura:

Netaniahu afirma que a paz é possível

Tamanho do texto Aa Aa

O Primeiro-ministro israelita advertiu os mais cépticos de que alcançar a paz é difícil mas possível.

Benjamin Netaniahu afirmou que Israel participa nestas conversações com o firme propósito de alcançar um acordo de paz entre os dois lados preservando os seus interesses nacionais, em primeiro lugar a segurança.

Para os palestinianos o fim da construção de novos colonatos na Cisjordânia é condição sine qua non para o sucesso das negociações.

Mas vários ministros israelitas advertem que o relançamento das construções de colonatos não deve ser posto em causa pelas conversações.

Israel exige o reconhecimento do país como Estado judeu e a desmilitarização da Palestina para que possa ser um Estado independente.

Para o responsável pelo Conselho de Colonatos é preciso cautela e não ter expectativas muito elevadas. Afirma que a meta de um ano para se chegar a um acordo é irrealista e o objectivo de criar o Estado da Palestina é ainda mais irreal. Sublinha que criar grandes expectativas acaba em frustração quando elas saem goradas e acrescenta que as frustrações no Médio Oriente acabam sempre em violência.

As negociações arrancam em Washington, a 2 de Setembro, e vão ser mediadas pela Casa Branca.

Em Gaza a Jihad islâmica e o Hamas marcaram, este domingo, a sua posição contra as negociações directas entre Palestina e Israel.