Última hora

Última hora

Atentados no Paquistão matam pelo menos 36 pessoas

Em leitura:

Atentados no Paquistão matam pelo menos 36 pessoas

Tamanho do texto Aa Aa

O Paquistão viveu esta segunda-feira um dia negro com a morte de pelo menos 36 pessoas em três ataques à bomba.

O atentado mais mortífero ocorreu na mesquita de uma escola religiosa do Waziristão do Sul. Um bombista suicida fez-se rebentar provocando a morte de pelo menos 26 pessoas, incluindo um líder religioso. Outras 40 ficaram feridas.

Antes, um outro atentado matou sete pessoas, Uma bomba explodiu no interior de uma escola, durante uma reunião de anciãos na remota região tribal de Kurram, noroeste do país.

O terceiro ataque ocorreu próximo da cidade de Peshawar e matou Israr Khan, líder de uma milícia anti-talibã, além de dois assessores.

A explosão aconteceu quando o grupo passava por um mercado na aldeia de Matni. Três outras pessoas ficaram feridas.

Ao mesmo temo, aviões norte-americanos atacaram o Waziristão do Norte, numa operação contra talibãs. Pelo menos 13 rebeldes e sete civis morreram. Entre as vítimas contam-se quatro mulheres e três crianças.

Este é o terceiro ataque que os aliados lançam no Paquistão, depois das inundações.