Última hora

Última hora

Economia alemã tem "crescimento XL"

Em leitura:

Economia alemã tem "crescimento XL"

Tamanho do texto Aa Aa

A economia alemã teve um crescimento recorde no segundo trimestre do ano.

O ganho de 2,2% que o PIB do país teve nestes três meses foi o maior desde a reunificação da Alemanha em 1990.

Este ganho foi motivado sobretudo por dois factores: a subida nas exportações e um regresso ao crescimento no que toca ao consumo das famílias.

O ministro da Economia, Rainer Bruederle, chamou-lhe mesmo um crescimento XL.

Outros dados favoráveis têm a ver com a actividade na indústria, que esteve a crescer 2,5% em Junho. Este ganho no sector industrial é visto como um factor capaz de criar emprego.

A ministra do emprego, Ursula von der Leyen, fala em novas oportunidades para os trabalhadores alemães: “A aparente falta de mão-de-obra especializada pode ser vista como um problema, mas pode ser também uma grande oportunidade. Uma oportunidade para pessoas que tinham problemas no mercado de trabalho e eram obrigadas a fazer trabalhos abaixo do potencial que têm”.

No entanto, esta pujança não deve durar para sempre. O analistas apontam para uma quebra neste ritmo de crescimento, na segunda metade do ano.