Última hora

Última hora

Sul do Paquistão à mercê das cheias

Em leitura:

Sul do Paquistão à mercê das cheias

Tamanho do texto Aa Aa

No sul do Paquistão, a população continua a abandonar as casas, para fugir à subida do nível das águas. Na província de Sindh, as cheias deixaram dezenas de aldeias submersas. Em todo o país, há 6 milhões de pessoas a precisar de abrigo, água potável e alimentos.

600 mil vítimas das inundações foram alojadas em tendas no último mês mas milhões de paquistaneses permanecem à mercê da fome e das doenças.

A situação é tensa. O governo é acusado de não saber gerir a crise. Os rebeldes islamitas mobilizam-se para ajudar a população. Islamabad teme que grupos radicais ganhem a simpatia dos sobreviventes.

O governo paquistanês esteve reunido com o Fundo Monetário Internacional para discutir um empréstimo de 11 mil milhões de dólares.