Última hora

Última hora

Vaga de atentados no Iraque

Em leitura:

Vaga de atentados no Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

Uma série de atentados em várias cidades iraquianas provocou mais de 60 mortos e 250 feridos. Os ataques visaram, principalmente, a polícia. 
 
O mais sangrento foi em Kut, 160 quilómetros a sul da capital. A explosão de um carro armadilhado, perto de um edifício público, matou mais de vinte pessoas e deixou 90 feridos.
 
Em Bagdad, uma esquadra foi alvo de outro ataque com uma viatura armadilhada, fazendo, pelo menos, 15 vítimas mortais e cerca de 60 feridos.
 
Em Mouqdadiya, na turbulenta província de Diyala, houve mesmo um duplo atentado. Primeiro, a explosão de um carro armadilhado matou três civis. Quando os militares chegaram, deu-se a explosão de um segundo carro, que deixou seis feridos.
 
No total, foram usados 14 carros-bomba que explodiram junto a postos da polícia em dez cidades.
Mossul, Kirkuk, Bassorá, Ramadi, Fallujah e Kerbala fizeram ainda parte da demonstração de força dos insurgentes, a uma semana do fim da missão de combate americana e em pleno vazio político.
 
O país continua sem governo, cinco meses após as eleições. Cerca de 50 mil soldados  mantêm-se até finais de 2011 para treinar as forças de segurança iraquianas.