Última hora

Última hora

Iraque sacudido por vaga de atentados

Em leitura:

Iraque sacudido por vaga de atentados

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 60 pessoas morreram e 250 ficaram feridas numa série de ataques que tiveram como alvo as forças de segurança.

O atentado mais sangrento foi em Kut, 160 quilómetros a sul da capital. Um bombista suicida conduziu um carro armadilhado contra uma esquadra, matando pelo menos 30 polícias e deixando 90 feridos.

De norte a sul, os atentados sucederam-se em várias cidades, com carros armadilhados, bombistas suicidas ou bombas nas estradas. Uma demonstração de força dos insurgentes, a uma semana do fim da missão de combate norte-americana.

Um responsável pela segurança de Bagdad atribuiu os ataques a rebeldes ligados à Al-Qaeda e avisou que os atentados se vão intensificar até à retirada completa dos militares norte-americanos, no final de 2011. Entretanto, ficam no território cerca de 50 mil soldados para treinar as forças de segurança iraquianas.

Para os observadores, a escalada de violência desta quarta-feira e o elevado número de ataques em Julho mostram que os rebeldes estão a aproveitar o vazio político em que está o país. O Iraque continua sem governo, cinco meses após as eleições.