Última hora

Última hora

Oito mil ciganos expulsos de França este ano

Em leitura:

Oito mil ciganos expulsos de França este ano

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar das críticas, a França vai continuar a política de repatriamento de ciganos romenos e búlgaros. Oito mil pessoas já regressaram aos países de origem desde o início do ano. Só no último mês foram expulsas 681.

A palavra “expulsão” é rejeitada pelo governo, que fala em “regresso voluntário”. Esta quarta e quinta-feira os ministros franceses da Imigração e do Interior reúnem-se em Paris com representantes do executivo romeno. Para já, sabe-se que vai ser criada uma parceria para fomentar uma política de reintegração dos ciganos na Roménia.

Por sua vez, a comissária europeia para a Justiça e Direitos Fundamentais mostra-se preocupada com as expulsões de ciganos em França. Em comunicado, divulgado esta quarta-feira, lembrou que “a Europa não é apenas um mercado comum, mas uma comunidade de valores e direitos fundamentais”, onde se deve respeitar a livre-circulação.

Para justificar as expulsões, o ministro do Interior
afirmou que os actos de delinquência cometidos pelos cidadãos romenos em Paris aumentaram 138% no ano passado. É a primeira vez que dados deste tipo são revelados.

Para esta quinta-feira, estão marcados mais dois voos para repatriar 282 pessoas. Os que aceitam partir recebem uma ajuda de 300 euros por adulto e 100 euros por criança. Muitos acabam por regressar a França.