Última hora

Última hora

México: "gang" assassina 72 clandestinos na fronteira com EUA

Em leitura:

México: "gang" assassina 72 clandestinos na fronteira com EUA

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades mexicanas descobriram os cadáveres de 72 imigrantes clandestinos, assassinados por um gang de traficantes de droga.

Os corpos foram encontrados num rancho na localidade de San Fernando, junto à fronteira com os Estados Unidos, durante uma operação policial.

Os cadáveres são de clandestinos de vários países sul-americanos, nomeadamente Brasil, Equador, San Salvador e Honduras.

Uma delegação composta por responsáveis destes países chega hoje ao México para identificar os cadáveres. O Brasil já confirmou que 4 cidadãos encontram-se entre as vítimas.

A descoberta foi possível graças à denúncia de um clandestino que escapou ao massacre, um equatoriano que se encontra hospitalizado depois de ter recebido uma bala na cabeça.

A polícia atribui o crime aos “Zetas”, um dos cartéis da droga mais poderosos na instável região fronteiriça com os Estados Unidos.

Entre as várias actividades do grupo encontra-se o sequestro e extorsão de clandestinos que tentam introduzir-se nos Estados Unidos.

No ano passado, quase 10 mil clandestinos teriam sido sequestrados na mesma região.