Última hora

Última hora

Agência europeia investiga a vacina pandemrix

Em leitura:

Agência europeia investiga a vacina pandemrix

Tamanho do texto Aa Aa

Depois do pânico da epidemia das gripes agora o pânico das consequências da vacina

A Agencia Europeia de Medicamentos anunciou a abertura de um inquérito à vacina Pandemrix contra a gripe H1N1.

Pelo menos 30 milhões de pessoas receberam a vacina na Europa onde começam a aparecer casos de narcolepsia, uma doença que provoca acessos de sono.

Três crianças e três adultos manifestaram a doença seguida de crises de cataplexia, uma perda súbita de força muscular, após terem sido vacinados contra a Gripe A/H1N1, em França.

Uma das responsáveis da Agência Francesa de Segurança Sanitária e de Produtos de Saúde explica que se trata de três crianças e de três adultos cuja situação está a ser observada. “O diagnóstico fornecido pelos especialistas não permite estabelecer uma causa directa entre a vacinação e a narcoplesia”

Até agora são 22 situações de narcoplesia na Europa, após a vacinação.

Arvid tem nove anos e tornou-se na Finlândia o rosto da doença. Várias crianças finlandesas recentemente vacinadas contra o vírus H1N1, com idades entre os seis e os 15 anos, padecem agora de narcolepsia, uma doença do sono. As autoridades de saúde do país cancelaram o programa de vacinação.