Última hora

Última hora

Palestinianos e israelitas irreconciliáveis antes de negociações

Em leitura:

Palestinianos e israelitas irreconciliáveis antes de negociações

Tamanho do texto Aa Aa

Israel não vai suspender a construção nos colonatos, imposta pelos palestinianos, para regressarem à negociações directas de paz.

Isto pode impedir as delegações das duas partes de se sentarem, frente a frente, em Washington, no dia 2 de Setembro, como pretende o presidente dos Estados Unidos.

Telavive exige também que os palestinianos reconheçam Israel como estado judeu, o que impediria o regresso dos refugiados de 1948.

Um analista diz que a chamada “linha verde” é outro entrave que deve ser removido:

“Eu penso que nós não devemos reconhecer qualquer legitimidade ao estabelecimento da linha verde porque, na minha opinião, esse é um dos obstáculos principais para um acordo de paz com os palestinianos”.

O Governo de Israel reuniu-se este domingo para preparar o encontro de Washington. O primeiro-ministro aproveitou para dizer que o país está sujeito a um processo de boicote, pela comunidade internacional:

“O estado de Israel está debaixo de ataques de perda de legitimidade, por parte de diferentes agentes da comunidade internacional. Estes ataques incluem o boicote em áreas, como a economia, o ensino e cultura. A última coisa de que precisamos, nesta altura é de mais um boicote contra nós”.

As pré-condições da Palestina são postas em causa por Israel. Se as posições se extremarem, a reunião do dia 2 poderá nem começar.