Última hora

Última hora

Chile: resgate de mineiros avança 15 metros por dia

Em leitura:

Chile: resgate de mineiros avança 15 metros por dia

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades chilenas começaram ontem a escavar o poço que vai permitir resgatar os 33 homens aprisionados numa mina desde o início do mês.

Uma operação baptizada “São Lourenço”, o nome do padroeiro dos mineiros, que deverá durar entre três e quatro meses, à razão de 15 metros diários.

Os mineiros encontram-se encerrados a cerca de 700 metros de profundidade.

Um poço permite já o envio de alimentos e a comunicação com o subsolo. A segunda conduta de 33 centímetros de diâmetro deverá ser alargada posteriormente a 66 centímetros para permitir a extracção dos mineiros.

Um grupo de especialistas da agência espacial norte-americana, NASA, chegou ontem ao Chile para participar nas tarefas de resgate.

Os responsáveis deverão assessorar as autoridades sobre as condições de sobrevivência dos mineiros em espaços confinados.

“Os astronautas também são obrigados a viver em isolamento durante longos períodos de tempo, mas neste caso há algumas diferenças no que se refere à capacidade de comunicação e de reabastecimento dos mineiros”.

Os responsáveis da mina San José, onde ocorreu o incidente apresentaram ontem desculpas aos Chilenos.

Frente à comissão do parlamento que investiga o incidente, a empresa rejeitou as críticas à falta de segurança na instalação.

A mina tinha sido obrigada a encerrar durante 11 meses, em 2006, após o desabamento de outra galeria.