Última hora

Última hora

Obama: "Os EUA pagaram um elevado preço" no Iraque

Em leitura:

Obama: "Os EUA pagaram um elevado preço" no Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

Obama “vira a página” do Iraque. Com a satisfação da promessa eleitoral cumprida, o presidente norte-americano retira as tropas do Iraque.

Sete anos depois do início do conflito, é na mesma Sala Oval onde George Bush declarou a guerra que Barack Obama anuncia o fim do conflito: “Pôr fim a esta guerra é, não só no interesse do Iraque, mas também no nosso próprio interesse. Os Estados Unidos pagaram um elevado preço para colocar o futuro do Iraque nas mãos do seu povo. Enviámos os nossos jovens, homens e mulheres, sacrificarem-se pelo Iraque e gastámos enormes recursos no exterior quando tínhamos um orçamento cerrado em casa.”

Na última década, as guerras custaram, aos Estados Unidos, um bilião de dólares – quase 800 mil milhões de euros – e milhares de mortos.

Um balanço que muito pesou na opinião pública, cada vez mais desfavorável a uma guerra que matou mais de 4400 soldados, feriu quase 32 mil e provocou 100 mil baixas civis iraquianas.

A operação “Liberdade no Iraque” chegou ao fim. Dos 170 mil soldados que chegaram a estar no terreno, apenas 50 mil se mantém, até ao final do próximo ano.

Mas Obama tem outra frente de combate: o Afeganistão. O presidente norte-americano promete derrotar a Al-Qaeda e evitar que o Afeganistão “volte a servir de base para terroristas”.