Última hora

Última hora

Hamas e colonos israelitas contra negociações de Washington

Em leitura:

Hamas e colonos israelitas contra negociações de Washington

Tamanho do texto Aa Aa

O início das negociações de paz em Washington coincide com o segundo atentado do Hamas em 48 horas contra colonos israelitas na Cisjordânia.

Duas pessoas ficaram feridas, uma das quais em estado grave, depois dos atacantes terem aberto fogo sobre um carro, nos arredores do colonato de Kochav Hashachar.

Na terça-feira, um ataque similar tinha morto 4 colonos também na Cisjordânia.

O braço armado do Hamas reivindicou as duas acções como uma resposta contra o que chamam de “crimes da ocupação israelita”.

Em resposta aos ataques, e num acto de provocação, o conselho dos colonos israelitas retomou, unilateralmente, a construção de novos edifícios na colónia de Adam, nos arredores de Jerusalém.

Os membros da organização da direita religiosa exigem que o primeiro-ministro não faça qualquer concessão para anular a moratória que suspende a colonização e que expira a 26 de Setembro.

Do lado palestiniano, as negociações de Washington originaram protestos em Ramallah e na Faixa de Gaza, onde o Hamas condenou a detenção de 250 dos seus membros pela polícia palestiniana, após o primeiro atentado na Cisjordânia.