Última hora

Última hora

Casa Pia: Todos os arguidos viram os crimes confirmados

Em leitura:

Casa Pia: Todos os arguidos viram os crimes confirmados

Tamanho do texto Aa Aa

Dia decisivo para o mega processo Casa Pia quase seis anos depois de ter começado.
Várias dezenas de jornalistas foram mobilizados pelos meios de comunicação portugueses e estrangeiros para cobrir a leitura do acórdão do processo que arrancou esta manhã em Lisboa.
O colectivo de juízes do processo deu como provados os crimes imputados aos arguidos sete arguidos.
A antiga provedora da Casa Pia, Catalina Pestana, recusou esta manhã o cenário de não haver condenações no processo.
Carlos Cruz, o rosto mais mediático do processo é considerado culpado de ter abusado de pelo menos um rapaz com menos de 14 anos a quem pagou para praticar actos sexuais. Tem ao todo quatro crimes confirmados depois de ter sido acusado de seis.

Jorge Rito viu igualmente confirmados ao seu encontro quatro crimes.

O tribunal considerou como provados actos sexuais praticados por Carlos Silvino com vários menores da Casa Pia onde desempenhava as funções de motorista.

O colectivo de juízes vai ler a sentença que será entregue na próxima semana uma vez que o acórdão tem milhares de páginas.