Última hora

Última hora

Desemprego americano sobe menos que o previsto

Em leitura:

Desemprego americano sobe menos que o previsto

Tamanho do texto Aa Aa

A economia norte-americana teve notícias mistas esta sexta-feira, com um aumento do desemprego.

O número de desempregados esteve a subir em Agosto, relativamente a Julho. No entanto, este aumento foi bastante menor que o previsto. Foi o terceiro mês consecutivo em que o desemprego subiu.

Segundo os dados publicados hoje, foram perdidos 54.000 empregos nos sectores secundário e terciário.

A taxa de desemprego teve uma subida em linha com as expectativas, ao ganhar um décimo de ponto, dos 9,5% para os 9,6%.

Para o presidente Barack Obama, é apoiando as PME que se luta contra o desemprego: “Uma coisa que temos que fazer neste momento, que temos todos a responsabilidade de fazer, é apoiar as pequenas empresas, que representaram mais de 60% das perdas de emprego nos últimos meses do último ano. Por isso, peço ao Congresso que aprove uma lei de apoio às Pequenas e Médias empresas, assim que arrancar a nova sessão legislativa”.

Estes dados vêm de certa forma acalmar os mercados, que temiam valores bem piores, que poderiam apontar para um regresso à recessão.

Foram várias as empresas a reduzir os quadros no último mês. Foi o caso, por exemplo, da Northrop.

As melhores notícias vêm do sector privado, onde houve um aumento de 67.000 trabalhadores, depiois de já em Julho terem sido acrescentados 107.000 novos empregados aos quadros das empresas privadas.